Slide 1
Bem vindos!!!
Slide 1
previous arrow
next arrow
37 views

COLEÇÃO ARTEFATOS DO COTIDIANO:

Cadeados usados nos séculos XVIII e XIX

A primeira coleção do museu Minas, está voltada para fragmentos e artefatos voltados para o cotidiano da vida dos escravos e pessoas que viveram no Gogô, mostrando assim todo “modo de vida” dos primeiros moradores da região de Mariana, como cachimbos de escravos, grilhões e cadeados para prender escravos, um cuscuzeiro de cerâmica escrava e vários fragmentos de artefatos como cerâmica Saramenha ( produzidos a partir de um barro tirado na antiga Fazenda Saramenha em Ouro Preto e em extinção), vidros tinteiros, como também fragmento de um um vidro de remédio inglês com as palavras “LONDON E OPODELDOC”      gravados, comprovando a presença inglêsa no século XIX e as principais doenças da época que atingiam os escravos, em sua maioria ligas à friagem, como reumatismos, turberculose, pneumonia e outras lesões.

Cuscuzeiro : usado para fazer o delicioso cuscuz
tinteiros

Liquim : utilizados para iluminar as minas, onde o recipiente de cima continha água, que gotejava no compartimento de baixo, com pedras de cabureto. Ao receber a água o carbureto reage liberando um gás inflamável, que é acesso no bico. Quanto mais água liberar pela borboleta ( chave de regulagem) maior a liberação de gás e luminosidade.

Publicado em: 12/07/21


Escreva sua resposta

Seu e-mail não será publicado.

*
*

Card image